Tipos de Costuras Feitas à Máquina

Costuras Abertas Feitas à Máquina

Borda rebatida com costura reta

Na boda da margem de costura, faça uma dobra e passe a ferro. Costure ao longo da dobra. Este acabamento é indicado para tecidos leves e de peso médio, em peças que não levam forro.

162

 

Debruada com viés

Apare as bordas da costura e envolva com viés dobrado descentrado de modo que a parte mais larga fique por baixo. Costure pelo lado de cima, junto à beirada do viés. O acabamento em viés é indicado para as costuras de uma peça média ou pesada que não seja forrada.

163

Debruada com tule

Corte 2 tiras de tule de 2 cm de largura. Dobre-as no sentido do comprimento, como um viés. Costure o tule da mesma forma como se faz com o viés comum. Este acabamento, quase invisível, é apropriado para tecidos delicados como o veludo e o chiffon.

1632

 

 

Costuras Fechadas Feitas à Máquina

Francesa

Costure o tecido avesso com avesso a 10 mm da borda e apare as bordas, tirando o excesso. Abra a costura a ferro. Dobre direito contra direito, de modo que a costura fique na dobra e passe novamente o ferro. A seguir, costure deste lado, de modo que a margem do outro lado fique embutida. Este tipo de costura é indicado para tecidos transparentes nos quais as costuras são visíveis do lado de exterior da peça.

Costura-francesa

 

Tombada

Costure o tecido direito com direito, como numa costura comum. Utilize um acabamento a sua escolha, que pode ser o overloque. Passe a costura a ferro colocando a borda para um dos lados. Em seguida, passe uma costura reta, prendendo a margem do lado de fora do tecido. A costura tombada é útil para reforçar quando é necessário dar mais resistência a um detalhe da peça.

166

 

Sobrecostura

Colocando avesso contra avesso, costure as partes do tecido. Abra a costura a ferro, assentando-a em seguida para um dos lados. Apare a margem da costura que fica por baixo, deixando-a com a metade da largura da outra margem. Em seguida faça uma dobra na borda da margem maior e passe o ferro. Costure sobre esta dobra. Esta costura é muito resistente. É mais utilizada em roupas esportivas.

1642

 

Debruada em si mesma

Faça a costura simples. Apare uma das margens da costura, deixando-a com a metade da largura da outra. Faça uma dobra na margem maior de modo que a margem menos fique embutida na primeira. Passe esta dobra a ferro. Costure sobre a dobra o mais próximo possível da borda. Esta costura dispensa qualquer acabamento e dá melhor resultado em tecidos leves que não desfiem facilmente.

16423

 

Debruada com viés

 Proceda da mesma maneira como na costura aberta debruada com viés, sendo que as margens ficarão juntas.

 

Com overloc

Uma os dois lados do tecido com uma costura à máquina com margem de 1 cm, fazendo em seguida o acabamento da borda com a máquina overloc.

165

 

Bainhas Feitas à Máquina

As bainhas à máquina são mais práticas e rápidas, proporcionando também muita resistência. Por outro lado podem não cair tão bem em uma peça mais social, por dar um aspecto mais informal à roupa. Abaixo estão apenas alguns dos tipos de bainhas feitas à máquina.

Bainha simples

Esta bainha é a mais comum. Basta virar a borda do tecido duas vezes de maneira uniforme, alinhavar, passar a ferro e costurar com costura reta.

 

308

 

Bainha postiça

Esta bainha é indicada quando não é possível dobrar a borda da peça. Neste caso, aplica-se uma tira que pode ser costado em viés, no caso de peças godês ou evasês. Este tira é costurada á peça direito contra direito e depois virada e costurada como numa bainha comum.

3183182

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bainha de lenço

É uma bainha delicada e estreita. Dobre a bainha duas vezes, o mais estreito possível. Alinhave e passe a ferro. Passe uma costura reta. Há pés calcadores especiais para auxiliar neste tipo de bainha.

310

 

Bainha com ponto invisível

Arremate resistente e relativamente discreto é uma alternativa para peças mais delicadas. Só é possível fazer em máquinas que dispõem deste tipo de ponto. Dobre, marque e alinhave da bainha.
Passe a ferro. Vire a bainha para baixo, deixando a borda em descoberto. Costure de modo que o ponto de zig-zag pegue só na parte da peça.

31023 3102

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens:

Conheça também o meu blog It’s a Girl!

 

 

 

 

O GRANDE LIVRO DA COSTURA – Seleções do Reader’s Digest. São Paulo, 1979.