lohas_achetez_moins_et_mieux

LOHAS é uma sigla do inglês (Lifestyles of Health and Sustainability) que traduzido significa Estilo de Vida de Saúde e Sustentabilidade. Essa sigla, criada pela empresa The Marketing Insider, denomina um segmento de mercado específico relacionado à vida sustentável, “verde” iniciativas ecológicas. Esse público é formado por pessoas dispostas a pagar mais por produtos que lhes ofereçam mais qualidade e um conceito de sustentabilidade.

Revista voltadas ao público LOHAS

Revista voltadas ao público LOHAS

Esse consumidor também leva em conta todas as etapas do processo de produção, comercialização e descarte dos produtos que consome. São pessoa conscientes que conseguem detectar o que chamamos greenwashing (o discurso ambiental vazio e sem ações concretas por parte das empresas).

Além disso esse público preza por valores como economia sustentável, estilo de vida alternativo, mais ecológico e saudável, e crescimento pessoal. Quesitos como ética, sustentabilidade ambiental, direitos humanos, comércio justo e desenvolvimento pessoal e espiritual também são levados em conta na hora da compra.

lohas

Cada vez mais consumidores irá migrar para esse segmento nos próximos dez anos, segundo pesquisa realizada. No Brasil o Sebrae realizou uma pesquisa que detectou as principais características dos consumidores do chamado Comércio Justo (relação comercial que promove a ética nos negócios, da produção do material até a chegada ao consumidor final). Quanto à faixa etária, está entre 25 e 50 anos, são pessoas das classes A e B, formado majoritariamente por mulheres e que valorizam não só o conceito de sustentabilidade, mas também o design dos produtos.

Para atingir esse público é preciso muita inovação e pesquisa, que através de atitudes empreendedoras se chegue a produtos que contenham em si o conceito de design, agregando estética e funcionalidade.

Ecobag da designer Anya Hindmarch virou símbolo da tendência sustentável

Ecobag da designer Anya Hindmarch virou símbolo da tendência sustentável

A tendência do consumo consciente se baseia nos itens a seguir:

  1. Procurar peças feitas com materiais menos agressivos, como algodão orgânico, couro sintético, fibras de PET e de outros tecidos naturais. Também dê preferência a roupas tingidas sem produtos químicos.
  2. Optar por empresas que realizem algum trabalho de responsabilidade socioambiental, como incentivo a pequenas comunidades ou compensação de emissões de CO2 através do plantio de árvores.
  3. Evitar modismos. Algumas roupas entram e saem de moda com muita rapidez e correm o risco de empacarem no fundo do armário em pouco tempo.
  4. Respeitar seu corpo e estilo não comprando o que não lhe veste bem.
  5. Comprar roupas para durar, mesmo que seja necessário gastar um pouco mais. Preferir peças de qualidade, que poderão ser utilizadas por muito tempo.
  6. Explorar brechós e realizar Swap Party (festas para troca de roupas) em seu ciclo de amizades. Além de economizar na hora de atualizar o guarda‐roupa, você levará para casa peças muitas vezes exclusivas e cheias de personalidade.
  7. Fugir da tentação das liquidações, que sempre levam a compras por impulso.Deixar para ir às compras apenas quando for necessário.

Leia também: O Que é Greenwashing

Você pode opinar sobre esse assunto deixando o seu comentário no espaço abaixo.


Tânia Neiva

Tânia Neiva - Designer de Moda - Ilustradora

3 comentários

O que é Greenwashing? | Tânia Neiva · 6 de abril de 2010 às 11:34

[…] também: O Novo Consumidor de Moda Tags: Greenwash, Greenwashing, Moda sustentável Share this post! Twitter Digg Facebook […]

Moda Sustentável | Tânia Neiva · 6 de abril de 2010 às 11:37

[…] Sou « Lixo Eletrônico O Novo Consumidor de Moda […]

Embalagem Biodegradável | Tânia Neiva · 27 de abril de 2010 às 00:34

[…] Leia também: O Novo Consumidor de Moda […]

Os comentários estão fechados.