new-york-eco-fashion-week

Diante de tantos dilemas que a moda enfrenta em relação à sustentabilidade, felizmente há muitas coisas positivas acontecendo no mundo fashion. Podemos dizer que a eco fashion já deixou de ser apenas uma tendência para se tornar um verdadeiro movimento. A indústria de vestuário já está mais confiante e já acredita que praticar uma moda ética vale a pena. A prova disso é a ascensão das Fashion Weeks “verdes”.

Na London Fashion Week há um espaço ético chamado Esthetica, que oferece oportunidade para estilistas que praticam moda sustentável, de mostrar os seus trabalhos. Hoje Esthetica é uma parte importante da semana de moda da Nova York, ajudando a posicionar muitas marcas éticas no mercado.

A Paris Fashion Week também abriu espaço para a moda ética, com o espaço So Ethic, que cresce a cada edição, aumentando o número de expositores, que cumprem exigências nas áreas social, ambiental e econômica. Outra feira aberta ao público, a Ethical Fashion Show, acontece na mesma época da Paris Fashion Week, apresentando desfiles com projetos de moda sustetável.

Em Berlin, na Alemanha, o espaço de moda sustentável fica dentro do evento Berlin Premium Show, onde são expostas coleções com temas éticos e ecológicos. Berlim está se tornando um lugar cada vez mais importante para a moda verde e dá o seu exemplo ao mundo.

Na mesma época do NY Fashion Week, acontece a Limited Edition New York, que busca mobilizar a indústria da moda a favor da moda sustentável. Contando com estilistas renomados, é uma iniciativa que fortalece cada vez mais as ações éticas no mercado.

A Semana de Moda de Milão também está apostando na sustentabilidade. A Connect4Climate, grupo de associações patrocinado pelo Banco Mundial e apoiado pela ONU, anunciou um concurso para desenvolver idéias sustentáveis para diversas cadeias produtivas da moda.

Aqui no Brasil também já foram criados projetos durante a São Paulo Fashion Week e Fashion Rio, onde estilistas e marcas se preocuparam em trazer sustentabilidade para o trabalho que realizam, apresentando coleções com matérias-primas sustentáveis e chamam atenção para a causa do meio ambiente.

ethical-fashion-show-paris

Estes são apenas alguns exemplos de eventos que destinam espaços para a moda sustentável. Outras países como Japão e Canadá também já dão passos importantes nessa área. Tudo isso indica que há espaço no mercado para produtos sustentáveis e que o mercado de moda está se transformando bastante nesse sentido.

Os novos tecidos feitos com fibras sustentáveis têm um grande potencial de mercado e estão se mostrando promissores, encontrando mercado tanto no Brasil quanto no exterior. As empresas têxteis estão cada vez mais sensíveis à importância de tornar seus negócios sustentáveis, o que está se tornando um fator relevante de competitividade.

Em alguns casos os novos tecidos desenvolvidos são mais caros do que os convencionais, porém, a economia de energia e de recursos é um fator que reduz o custo produtivo. Um fator que encarece as roupas feitas com tecidos sustentáveis é a produção em pequena escala para atender a um público seleto. Mas com o interesse crescente do mercado e do consumidor, a previsão é o gradativo aumento da produção e, por consequência, a queda dos preços. Ainda assim, existem muitos consumidores dispostos a pagar o preço inicial mais alto em troca de produtos com melhor qualidade, e é claro, sustentáveis.

Isso com certeza é um forte indício de que a moda sustentável não é apenas uma tendência passageira e sim um movimento que veio para ficar. Com certeza essa moda está mais perto de se tornar mais acessível para a maioria dos consumidores, contando com modernas tecnologias e iniciativas de designers e marcas que se que se preocupam em produzir uma moda limpa.

Conheça a minha loja de Desenhos técnicos vetoriais de moda! Dispensar