Ao chegar em Londres, nos deparamos com a grande mudança, o frio londrino, pois chegamos por aqui em pleno inverno. Somos da cidade de Fortaleza, no Nordeste do Brasil, onde faz sol o ano inteiro. Precisar vestir várias camadas de roupas, no início, é um pouco cansativo e difícil definir um estilo para os novos looks.

Aos poucos, a gente vai pegando o jeito e descobrindo peças que são mais práticas e das quais mais gostamos, além disso descobrimos que são os acessórios que dão aquele toque pessoal e exclusivo aos nossos looks do dia-a-dia.

Para quem procura de peças para montar um visual quentinho e estiloso no inverno, não pode subestimar o tradicional crochê, que com tantos anos de tradição, ainda se mantém em alta como uma técnica super versátil de criar diversos tipos de peças usando a agulha e algum fio contínuo, normalmente, lã, fio de algodão, seda etc.

Um pouquinho de história

A palavra crochê ou croché é derivada do idioma francês, crochet , que é um  diminutivo da palavra croche, ou croc, ambos significando “gancho” nas línguas germânicas. Essa técnica era usada no século XVII, na produção de renda francesa.

O termo “crochetage” era um ponto usado para unir peças separadas de renda. A palavra “crochet” com o passar do tempo, passou a descrever um tipo específico técnica para produzir tecido  com uma  agulha de gancho.

Uma arte passada de mãe para filha

Eu cresci vendo minha mãe crochetar lindas peças em crochê, para mim, minha irmã e também para as amigas dela que sempre faziam alguma encomenda. Eu tive o privilégio de aprender essa arte com minha mãe, que por sua vez,  aprendeu essa arte com a minha avó.

Até então, eu nunca tinha me dedicado seriamente ao crochè, até vir morar em Londres. No início, eu senti a necessidade de ter alguns acessórios para incrementar os looks de frio. Como não encontrava nada que me agradasse nas lojas, resolvi começar algumas peças para mim e para a minha filha.

Depois que se iniciou a quarentena por causa da pandemia do Covid-19, eu comecei a fazer mais crochê para relaxar um pouco naquelas horas mais calmas do dia. O resultado é que peguei muito gosto e já estou cheia de ideias para novos projetos!

Decidi mostrar aqui as primeiras peças que fiz para inspirar quem está procurando ideias de acessórios para esquentar os looks. Espero que gostem!

Como usar acessórios de crochê

Aqui em Londres  é muito comum o uso de cachecóis e gorros, que não servem apenas para decorar , mas para aquecer mesmo, dependendo do material que é feito o cachecol. Para frio mais intenso, o ideal é usar peças de lã, que é bem mais quente. Existem várias espessuras de lã, que torna a peça mais leve ou mais pesada, dependendo da intensidade do frio.

Para que essas peças harmonizem bem no look, é importante uma boa combinação de cores.

Cachecóis e gorros de neutras e terrosas como cinza, preto, marrom, bege, mostarda, etc, combinam bem com estampas e cores quentes.

 

Por outro lado, peças em cores quentes ou que tenham alguma padronagem, combinam bem em looks onde predominam mais cores escuras como preto, cinza  e marrom. Esses contrastes ajudam a deixar as combinações mais harmoniosas.

Outra opção são os looks monocromáticos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esses contrastes ajudam a deixar as combinações mais harmoniosas.

 

Aprenda essa nova habilidade

A vantagem de fazer as próprias peças de crochê é ter peças exclusivas que ninguém mais tem  com muita economia, além de ser  um ótimo passatempo.

Para fazer os gorrinhos da minha filha, precisei lembrar os pontinhos de crochê um pouco esquecidos. Pra isso eu recorri aos vídeos super explicativos e didáticos da Izildinha Belfiori .

Tembém peguei algumas dicas valiosas de como deixar os trabalhos com acabamento perfeito, no canal Aprendendo Crochê com a Ju

Se você gosta de atividades manuais, pode se aventurar nesse novo e prazeroso  aprendizado! Bom crochê!

Conjunto infantil de gorro e cachecol

 

Capuz infantil com pompons

Conjunto de gorro e cachecol

Conjunto de gorro e gola

Boina estilo francês

 

 

Proteja sua saúde e segurança. Lave as mãos, respeite o distanciamento social .

Obtenha sempre informações sobre a pandemia do Corona vírus de fontes confiáveis como a Organização Mundial de Saúde e o canal da BBC News Brasil. Links abaixo:

https://www.youtube.com/channel/UCthbIFAxbXTTQEC7EcQvP1Q

https://www.who.int/       

Conheça a minha loja de Desenhos técnicos vetoriais de moda! Dispensar