A leitura na infância traz uma grande contribuição no desenvolvimento social, emocional e cognitivo da criança.

Um estudo realizado pela Universidade Estadual de Ohio revelou que crianças que leem em casa com os pais entram ouvem cerca de 1,4 milhão de palavras a mais do que crianças que vivem em famílias que não cultivam esse hábito.

O que é ilustração infantil?

A ilustração é uma parte fundamental nos livros infantil, complementando e enriquecendo a narrativa. A ilustração infantil de qualidade, busca a harmonia entre as imagens e a fluidez da narratividade do texto literário. O ilustrador deve ter sensibilidade para entender a as entrelinhas do texto e atrair a atenção das crianças para as imagens. Um bom livro ilustrado infantil deve ter a combinação perfeita entre as dimensões visuais e literárias da arte, o que torna a tarefa de escrever e de ilustrar para crianças como uma das mais desafiadoras.

Migrando para a ilustração infantil

Assim como eu, muitos ilustradores infantis se desviaram de outra atividade para se especializar nesta área, atraídos pela magia desafiadora dessa atividade, abandonando outros projetos profissionais. No meu caso, eu deixei para trás anos de experiência como designer de moda para me dedicar o que para mim, é uma das mais estimulantes formas de arte, afinal, os ilustradores infantis criam para o mais exigente público, as crianças.

Engana-se quem pensa que ilustrar para crianças é uma atividade simples As crianças têm uma capacidade muito maior de imaginação e abstração do que um adulto, por terem menos referências visuais. O ilustrador precisa ver o mundo pelos olhos das crianças para desenvolver um trabalho que realmente contribua com o desenvolvimento cognitivo e estético perceptivo de seus expetadores.

O que esperar do mercado literário?

O mercado literário infantil tem se tornado numa grande vitrine de arte dinâmica, com as imagens que complementam os textos dos livros. Essa área tem apresentado grande potencial, lavando muitos artistas a migrar para a ilustração de livros infanto-juvenil.

Há alguns anos, o ilustrador era apenas um coadjuvante e muitas vezes não recebia sequer os créditos por seu trabalho. Atualmente, esse profissional tem recebido sua devida importância no mercado editorial. A produção do livro infantil já reconhece a necessidade do ilustrador, que é na verdade tão importante quanto o autor. As melhores editoras tendem a promover boas parcerias entre autor ilustrador. Um bom exemplo dessa parceria é o da autora Julia Donaldson com o ilustrador Axel Scheffler. Eu sou uma grande admiradora dessa dupla, que faz parte da biblioteca da Julia.

Julia Donaldson e Axel Scheffler

Mesmo com esse reconhecimento, ainda há obstáculos a serem superados pelos ilustradores. No Brasil o mercado editorial infanto-juvenil ainda desvaloriza muito o trabalho dos ilustradores. Por um lado, o trabalho artístico é historicamente depreciado, por outro, o hábito de leitura pelo público infantil ainda não é tão forte para movimentar o mercado. As crianças e jovens leem pouco, consequentemente, as famílias compram poucos livros. Em consequência disso, as editoras, precisam elevar os preços para que consigam lucrar, e com isso atraem cada vez menos o público.

Pela minha experiência aqui em Londres, a leitura é incentivada na infância, desde os primeiros anos. As famílias são incentivadas a ler diariamente com as crianças e isso é acompanhado pelas escolas. Isso torna o mercado literário muito mais movimentado, já que o livro infantil é muito mais valorizado e consumido por aqui. Isso beneficia tanto autores quanto lustradores.

Prêmios de ilustração infantil

Na Europa há prêmios de ilustração infantil importantes, o que valoriza muito a profisão de ilustrador.

O Hans Christian Andersen. Considerado o Nobel da literatura infantil, o Prêmio Hans Christian Andersen foi criado em 1956, é concedido pela International Board on Books for Young People (IBBY) a cada dois anos, premiando as categorias de escritor e ilustrador.

Outro prêmio importante é o BolognaRagazzi, que desde 1966, está entre os prêmios mais conceituados do mundo no setor de publicações infantis. São homenageadas as melhores produções do ano anterior, considerando suas qualidades editoriais gráficas.

O Catálogo White Ravens é elaborado anualmente pela Internationale Jugendbibliothek (Biblioteca Internacional da Juventude, em Munique, na Alemanha) com centenas de livros que, pela temática, inovação artística, estilo literário ou outra característica, foram destacados por um conjunto de especialistas em literatura infantil e juvenil, de entre milhares de obras recebidas.

Agências de ilustração

Além dos prêmios, há também muitas agências que recebem portfólio de ilustradores para revisão. Alguns ilustradores preferem trabalhar independentes de agências e desenvolver um trabalho autônomo. Independente do estilo e do modelo de trabalho, há muito espaço para mostrar o nosso talento e uma grande comunidade disposta a trocar ideias e experiências.

Quem decidir abraçar a atividade de ilustrar livros infantis profissionalmente, precisa ter em mente que é um mercado competitivo, porém, muito estimulante. Há muitos obstáculos a ser vencidos, mas há também muitas oportunidades. Se você também está nessa jornada, conte aqui um pouco da sua experiência. Nada como uma boa troca de experiência para dar combustível para continuar.

Continue acompanhando os posts do blog para saber mais sobre a minha jornada profissional e meus novos projetos.